domingo, junho 13, 2010

Ah, a inveja.

Basta você estar feliz para aparecer esse negocinho aí, a danada da inveja. Experimente ter uma namorado ótimo, um emprego legal, ser promovida, ter uma família bonita, vestir-se bem, cortar o cabelo, comprar um carro, ter boas ideias ou escrever mais ou menos... Uma só dessas coisas já desperta a inveja abissal de alguns.

Aí você olha para o lado, já foi. O olho daquela sem classe já está no ex-homem da sua vida. Cortaram o cabelo igualzinho ao seu. Compraram um carro da mesma cor e da mesma potência do seu (talvez até mais novo). Aquela sua roupa legal, você já nem usa mais porque todo mundo tem uma igual. O estilo dos textos mais simples que você escreveu estão no orkut e no blog de gente sem personalidade. Orkut e blog? Vamos me poupar. Imitações baratas são tristes. Escreva um livro, scharmand.

Que gente pequena. Contentar-se com o usado? Não, obrigada. Pode ficar com meu velho eu, com o que já usei. Não é difícil me reinventar. Só não dê assim tão na vista, da próxima vez.

Agora, renovada, você? Pra cima de mim? Rá.

2 comentários:

Vitória disse...

concordo!e até demais...

Moça do espelho disse...

Amiga, adorei o post. É mta inveja no mundo mesmo, kkk. Mas vc é tão superior a tudo isso :-D. Adorei tudo, principalmente o último parágrafo.

Beijos.